Unicorn Holic

A moda de fazer Moda


Oie!!
Finalmente voltamos com o blog! Confesso que levei até um susto quando vi um valentine sobre isso, porque na verdade não sabia que tanta gente acompanhava (muito obrigada pelo apoio!).
Então, hoje venho falar sobre algo da minha área, e que acho que envolve muita gente, que está na mesma que eu, ou que ainda está perdida pensando no que vai fazer em relação à carreira. O post de hoje é sobre fashion design (vamos gayzar as coisas…) e o verdadeiro mercado de trabalho. 
Ainda hoje, muita gente vem me perguntar se deveria fazer moda, o que fazer quando sair da faculdade e o que eu quero da vida. Bom, se você está pensando em fazer moda porque sabe fazer desenhos bonitinhos e gosta de moda japonesa kawaii desu, meu conselho é: NÃO faça moda. Esse é o mesmo conselho que eu dou para quem sonha em abrir uma loja Lolita de sucesso e mimimi. Claro que sonhar todo mundo pode, afinal, ainda é de graça. Mas que a verdade seja dita: Ou você é filha de pessoas muito ricas que possam bancar sua loja até você conseguir alcançar o mercado internacional, ou você vai ser mais uma dessas meninas frustradas que terminou a faculdade e fica sem saber o que fazer. Porém, se você é uma dessas que realmente gosta de moda, e acha que é a sua vocação, vá em frente. 
O problema é: a moda no Brasil é muito desvalorizada. O mercado de trabalho está cheeeeio de pessoas esperando uma vaga e que aceitam qualquer ninharia para ter de fato um emprego. Então se você pensa que a moda é só glamour, passarelas, vogue e strike a pose, se engana, e muito.
Por isso abra sua mente (gay também é gente..o baiano faz oxente) e veja outras possibilidades na área da moda além da criação. Mídias sociais, ergonomia, história, antropologia, química e marketing são algumas das inúmeras áreas que a moda abrange. Que tal sair do lápis-papel-croqui e ir ver o mundo lá fora? <3
Garanto que vocês podem se surpreender e ter experiências muito mais significativas!
OBS: Se quiserem conversar sobre esse assunto, deixem um comentário que eu respondo, OU me passem facebook (se eu não tiver). Irei adorar falar mais sobre isso.
Vanessa Borges
Comente aqui :)